Acidez: Saiba Qual A Sua Importância No Vinho

acidez saiba qual a sua importancia no vinhoacidez saiba qual a sua importancia no vinho

Qual A Importância da Acidez No Vinho ?

Saiba mais sobre a acidez, elemento essencial para a estrutura do vinho.

A acidez, assim como o tanino e o álcool, tem grande importância no conjunto e estrutura de um vinho, aliás, estas três substâncias devem estar integradas e em total harmonia.

Esta é, sem dúvida, a receita para um bom vinho.

A acidez é a responsável pela vivacidade e o frescor da bebida, além de definir e prolongar as qualidades gustativas da mesma.

Um exemplo dessas características é a limonada, que é bem refrescante, leve e vivaz. Bom, assim como a acidez é importante para a limonada, é para o vinho.

Quando a uva atinge a sua maturidade, o conteúdo de açúcar aumenta e o de ácido diminui. O grande desafio dos produtores fica por conta de colher a uva no momento exato, para que tenha um equilíbrio entre os dois elementos.

A acidez, na quantidade correta, também ajuda a saciar a sede. Sem uma quantidade significativa de acidez, um vinho seco se torna pesado. Já um vinho doce carente de acidez, se torna sem graça.

Os vinhos desprovidos de acidez também são suscetíveis a estragarem mais rápido, uma vez que não envelhecem bem.

Já, os vinhos com acidez abundante não apresentam prazer à boca, pelo contrário, dão um certo gosto estranho, cortante.

Existem regiões onde o clima é excessivamente quente, como algumas áreas da Califórnia e da Austrália, onde as uvas rapidamente perdem sua acidez natural.

Nesses casos, a acidez é acrescentada ao vinho em fermentação – dois e três gramas de ácido por litro. Por menor que seja a quantidade, o ácido ajuda a bebida adquirir um sabor mais concentrado.

Acidez volátil: o que é isso?

Um tipo de acidez é a volátil – também conhecida como A.V.-, ela não é parte inerente da uva, contudo, o ácido acético é formado pelas bactérias durante ou depois da fermentação.

Uma pequena quantidade volátil, isto é, bem pequena, não prejudica em nada e nem é perceptível.

Em contrapartida, se as bactérias forem expostas ao ar e, assim, se multiplicarem, a acidez volátil resultante fará com o que o vinho tenha um cheiro avinagrado – o famoso “cheiro de vinagre” – e um sabor extremamente desagradável. Este tipo de vinho é considerado defeituoso.

No geral, regiões mais frias produzem vinhos com acidez elevada, como Champagne, na França, produtora da bebida do mesmo nome, que apresenta grande acidez.

As uvas Sauvignon Blanc e Pinot Noir também tendem a ser mais ácidas, porém depende do ano, da região, se a colheita for boa ou não…

E você, gosta de vinhos com acidez elevada?

Por Andressa D’Amatto

Compre os melhores vinhos online na Sonoma

Leave a comment

Your email address will not be published.


*