Afinal, Tamanho é Documento?

afinal tamanho e documentoafinal tamanho e documento

Afinal, Tamanho é Documento?

Antes da invenção do vidro, o vinho já foi armazenado em barris (como é possível vermos em filmes), e somente após a invenção do sopro pelos sírios a garrafa passou a ser utilizada.

Mas ainda assim, só foi estabelecido um padrão com a evolução e a produção em massa. Afinal, qual é a diferença entre os formatos?

Antes de mais nada, é preciso compreendermos que cada formato de garrafa é estabelecido por seus produtores levando em consideração a região, o tipo de vinho que será armazenado ali e principalmente a sua sensibilidade a luz (que influencia diretamente na cor das garrafas).

Entre as garrafas de vinho, as que tem maior destaque são:

Bordeaux

Sua estrutura se caracteriza por possuir ombros altos, que ajudam a reter os resíduos do vinho, e corpo bem reto. Utilizado também fora da Europa, sinaliza o uso de castas bordalesas.

Como armazena boa parte dos vinhos tintos, a cor do vidro utilizada é verde, ideal para proteger o líquido da iluminação.

Borgonha

Ao contrário da garrafa Bordeaux, seus ombros são mais estreitos e o corpo é mais largo. Inventada para armazenar primeiramente as uvas típicas de Borgonha, hoje é utilizada para outras castas como Pinot Noir e Chardonnay. Já a cor predominante da garrafa é verde claro, que protege os tintos de qualquer luminosidade inadequada.

Alsácia

Longa e sem ombros, a garrafa se destaca pelos tons de verde, que variam de acordo com a necessidade de proteção dos vinhos.

Por exemplo, possui tom de verde para os vinhos alemães, enquanto os da região de Mosel e Reno, são encontrados em garrafas marrons, mais indicada para preservar o frescor dos vinhos frutados.

Champagne

Este reconhecemos de longe! Corpo violão, ombros super estreitos e vidro reforçado. Afinal, a garrafa precisa armazenar bem toda a pressão do gás presente.

Como o nome já sugere, o modelo é típico da região de Champagne e é utilizado pela maioria dos espumantes do mundo. A cor, novamente é… Verde, utilizada para proteger as bebidas mais delicadas da penetração de luz através da embalagem.

Francônia

Original da região alemã, esta garrafa tem ombros estreitos, corpo bem gordinho e arredondado.

De estatura mais baixa, se compararmos aos outros modelos, ela costuma ser encontrada na cor que melhor protege vinhos desta casta, de influências externas: verde claro.

Tamanho Geral das Garrafas

1- Piccolo (1/4 ou Split): 0,1875 litros

2- Demi (ou meia-garrafa): 375 ml

Equivale a: meia garrafa.

3- Garrafa padrão: 750 ml

4- Magnum: 1,5 litros

Equivale a: 2 garrafas

5- Jeroboam (ou Double Magnum):3 litros

Equivale a: 4 garrafas

6- Rehoboam: 4,5 litros

Equivale a: 6 garrafas

7- Matusalem: 6 litros

Equivale a: 8 garrafas

8- Salmanazar: 9 litros

Equivale a: 12 garrafas

9- Balthazar: 12 litros

Equivale a: 16 garrafas

10- Nabucodonosor: 15 litros

Equivale a: 20 garrafas

11- Melquior: 18 litros

Equivale a: 24 garrafas

12- Salomon: 20 litros – Este tamanho é apenas usado para Champagnes

Estranhou os nomes?

Eles foram escolhidos como forma de homenagear personagens históricos e até bíblicos, como Melchior (um dos três reis magos) e até Nabucodonosor, rei da Babilônia.

Mas afinal, tamanho é documento?

Neste caso, sim. Porque de fato, os vinhos que são armazenados em garrafas maiores têm seu envelhecimento mais lento.

Isso acontece quando o vinho entra em contato com pouco oxigênio, retardando seu envelhecimento.

Por essas e outras que as garrafas maiores, além de status, também garantem que o vinho dure por mais tempo.

Já quando o vinho está armazenado em uma garrafa pequena, a proporção (que falamos acima) é menor, se levarmos em consideração a distância entre rolha e líquido.

Portanto, quando falamos em garrafas de vinho, tamanho é documento sim!

Conheça nossa seleção dos melhores vinhos

Leave a comment

Your email address will not be published.


*