Enoturismo – mais do que uma viagem

Enoturismo

*Você já aprendeu as diferenças entre o enólogo e enófilo, certo?
E enoturismo, já ouviu falar?Como o próprio nome sugere, é um turismo voltado para viagens dedicadas unicamente a regiões que se dedicam a cultura do vinho.

Nessas viagens, o enófilo pode fazer um tour pelas vinícolas, conhecer suas histórias, ver de perto a produção dos vinhos e degustar, claro.

Se animou?

Saiba que você não está sozinho! Nos últimos anos o interesse pela cultura dos vinhos cresceu, e com ele a procura pelo enoturismo também.

Esta experiência que desperta a curiosidade não só os enófilos, mas de entusiastas em geral, é a melhor oportunidade para conhecer de perto “criador” e criatura.

Se animou?

Saiba que você não está sozinho!

Nos últimos anos o interesse pela cultura dos vinhos cresceu, e com ele a procura pelo enoturismo também.

Esta experiência que desperta a curiosidade não só os enófilos, mas de entusiastas em geral, é a melhor oportunidade para conhecer de perto “criador” e criatura.

Há cerca de dez anos, o Brasil passou a explorar melhor este nicho, até então predominantemente europeu.

Com esforços de investidores, os produtores passaram a oferecer uma infraestrutura especialmente pensada para este tipo de turismo.

Hoje, não é raro encontrar muitas vinícolas que oferecem desde estadia, até mesmo cursos de curta duração sobre degustação e vinificação.

Para você ficar com mais água na boca ainda, selecionamos 10 rotas voltadas para o enoturismo, e para a alegria geral da nação, saiba que elas estão presentes no Brasil!

1- Serra Gaúcha, Brasil

Serra gaucha
Serra gaucha

Pensou em vinho, pensou em Sul. Impossível deixar a Serra Gaúcha de fora, ela faz parte do circuito de vinho, além de fornecer ótimos rótulos.

Com fortíssima influência alemã, altitude e clima oceânico, a Serra Gaúcha possui um terroir ideal para diversas castas. Não à toa, a região possui muitas vinícolas tradicionais, não se surpreenda se descobrir que muitas são administradas há gerações pela mesma família.

Se interessou?

Vale a pena conhecer este polo que atrai milhares de turistas todos os anos, só em julho deste ano a ocupação hoteleira ficou em 74%.

2- Vale Central, Chile

Vale Central Chile
Vale Central Chile

Provavelmente uma das áreas de maior abrangência, já que atualmente o Chile está entre os dez maiores produtores do mundo, e consequentemente o quinto maior exportador.

Dá para perceber que os vinhos chilenos são de extrema qualidade, não é?

Conheça de perto a cultura da vinificação desta região muitíssimo bem localizada, afinal ela fica entre a Cordilheira dos Andes e a Cordilheira da Costa. Vale Central: Paisagem incrível, vinho mais ainda.

3- Mendoza, Argentina

Mendoza Argentina
Mendoza Argentina

Esta notável região, é responsável por “apenas” 60% da produção de vinhos do país. O segredo desse sucesso?

Provavelmente o terroir perfeito (latitude alta, e clima mais frio), responsável por produzir vinhos profundos, com muita presença e corpo típicos de Mendoza.

Devido à grande atuação da região, a procura pelo turismo aumentou, assim como as 1.2000 adegas que oferecem visitação com degustações. Valle!

4- Toscana, Itália

Toscana Itália
Toscana Itália

Famosa geograficamente por ter parte de sua área localizada em colinas e terrenos acidentados, a Toscana possui somente 8% de terras planas.

Isso favoreceu o estilo de viticultura, que tende a cultivar uvas em colinas e encostas, resultando em uma grande concentração de luz e sol, ideais para o amadurecimento das uvas.

Por falar nelas, se você procura por quantidade e qualidade, a Toscana é o lugar! A região produz diferentes tipos de castas, sendo elas: Cabernet Sauvignon, Sauvignon Blanc, Chardonnay e Sangiovese.

5- Douro, Portugal

Douro Portugal
Douro Portugal

Douro está localizada no nordeste de Portugal, as margens do rio que nomeia a região. Pioneira mundial ao lançar-se como produtora de vinhos, recebeu o título concedido pelo Marquês de Pombal devido à popularidade do Vinho do porto, patrimônio quase que histórico do Douro.

Para os enófilos que têm paixão pela cultura da Europa antiga e vinhos intensos com uma herança histórica, o Douro é um prato cheio! Ou seria taça?

6- Bordeaux, França

Bordeaux França
Bordeaux França

Extensa, a região está mais para um conjunto com uma infinidade de terroirs; posicionada no Sul da França, Bordeaux se localiza entre os rios Dordogne e Garone.

Extremamente fértil graças ao solo de cascalho (perfeito para drenar a água) e a abundância de água (dos rios e do mar), ideais para o desenvolvimento de videiras. Bordeaux se tornou referência em vinhos de qualidade e em modelo a ser seguido.

7-Califórnia, EUA

Napa Valley Califórnia
Napa Valley Califórnia

Localizado no condado de Napa, na Califórnia, Napa Valley é destino obrigatório para quem se interessa por enoturismo!

A região possui mais de 150 vinícolas espalhadas por cinco cidades, formando um roteiro maravilhoso para quem quer absorver toda a cultura por trás dos vinhos californianos.

Além de claro, desfrutar dos melhores Pinot Noirs, Merlots e Zinfandel, em uma visita ás vinícolas.

Só para contextualizar a importância de Napa Valley: a região só perde para a Disneylândia no quesito quantidade de turistas no Estado!

8- La Rioja, Espanha

La rioja Espanha
La rioja Espanha

La Rioja é uma pequena comunidade constituída por uma só província que leva o mesmo nome, se localiza ao norte da Península Ibérica.

Esta pequena notável vêm atraído cada vez mais visitantes com seu enoturismo, onde oferece uma visita acompanhada a diversas vinícolas e o melhor: degustação de seus melhores rótulos.

A região também conta com rotas do vinho, elaboradas pela Associação Espanhola de Cidades do Vinho (ACEVIN).

9- Stellenbosch, África do Sul

Stelllenbosch África do Sul
Stelllenbosch África do Sul

Esqueça o clichê de relacionar África a safaris e animais selvagens. A região não se resume apenas a isso!

Stellenbosch, é a segunda colônia europeia no pais, e também terra que abriga uma das mais antigas e lindas vinícolas.

Localizada a pouco mais de uma hora de carro da Cidade do Cabo, é possível encontrar a vinícola Vergelegen, lindíssima, guarda não só deliciosos cabernets e charnodnnays como também muita história!

10- Barossa Valley, Austrália

Barossa Valley Australia
Barossa Valley Australia

Deixe um pouco de lado o estigma imposto por Hollywood que só foca nos cangurus, a Austrália também é terra de vinhos!

Uma das vinícolas mais famosas da região de Barossa Valley, pertence ao renomado enólogo John Duval, responsável pela produção de vinhos premiados diversas vezes pelo International Wine Maker.

Conheça esta deliciosa e recente descoberta de um país que vem se destacando cada vez mais, para nossa alegria!

Gostou?

Mas fique atento, existem lugares que a procura é tão grande, que é preciso fazer reserva com até meses de antecedência.

Para não correr o risco de ficar de fora, nosso conselho, é procurar agências de viagem, para melhor informar sobre a época ideal, os preços e a melhor rota.

Aproveite o enoturimo para agregar conhecimento e cultura!

Conheça os melhores vinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aprenda mais sobre o universo do vinho.

Cadastre seu e-email e receba atualizações notícias e promoções

Por favor, verifique seu email.
O que falam da gente

Quer saber mais da Sonoma? Clique em algumas destas matérias para saber mais sobre a empresa.

Close
© 2020 SONOMA. Todos os direitos reservados. Se beber não dirija. Aprecie com moderação. A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.
Close