Happy hour, boteco e vinho

Happy Hour, Boteco E Vinho – Hora De Festejar

Que cerveja e happy hour têm tudo a ver, a gente sabe. Mas com que vinho harmonizar cada petisco?

Final de tarde, o ponteiro do relógio marca 18h. Hora de correr para o boteco, pois os amigos já estão esperando por lá para o happy hour.

Que hora boa é essa!

Momento para relaxar, dar boas risadas, deixar os problemas e a dieta de lado, e avançar em deliciosas e calóricas porções.

Os botecos já se tornaram uma instituição nas grandes cidades. É como pizzaria, perto da sua casa, ou do trabalho, sempre tem um.

Já existe até concurso para eleger a melhor comida de boteco, e cada lugar cria sua receita especial.

Tem porção de quê?

Algumas das receitas que mais fazem sucesso são os bolinhos – de carne com temperos caprichados, de queijo, de bacalhau, e até de costela.

Mas os cardápios estão mesmo repletos dos clássicos, campeões de consumo que todo mundo adora: coxinha, polenta e mandioca frita, pastéis, bolinho de arroz, tábuas de queijos e frios, sem esquecer da calabresa ou da picanha acebolada, acompanhadas de pãozinho e molho vinagrete.

Ficou com vontade? Não se preocupe, pensamos em tudo. Temos uma “surpresinha” aí no final da matéria!

Além da cerveja, claro

Normalmente, todas estas gostosuras são acompanhadas de cerveja bem gelada, caipirinhas e “caipiroskas” de todos os sabores. Mas, hoje, queremos propor a você uma nova experiência. Que tal acompanhar esse happy hour da pesada com vinhos?

Já sei, você deve estar pensando que no boteco que frequenta não tem vinhos. Sem problemas, nós estamos aqui para te ajudar na nova empreitada, sugerindo boas opções para você mesmo levar o vinho.

Então, vamos lá! Convide os amigos e escolha dois ou três vinhos diferentes: um espumante, que pode ser branco ou rosé, um branco e um tinto.

Mas nada de tintos pesadões e encorpados. Escolha um mais leve, mais frutado e que tenha acidez.

Tem que ser ácido

Sim, acidez, não precisa ter medo nem aversão a ela. Na verdade, todo vinho deve ter acidez.

É ela a responsável por dar frescor e vivacidade aos vinhos. Sem ela, os vinhos com alto teor de álcool e taninos seriam bem difíceis de beber.

Além de refrescante, a acidez faz a boca salivar. A saliva é responsável por iniciar o processo de digestão pela ação das enzimas, facilitando a mastigação e a percepção dos sabores.

Fique tranquilo, não vamos transformar o boteco numa sala de aula de biologia. Tudo isso é para explicar por que dizemos que os vinhos com acidez são gastronômicos e por que eles vão combinar tão bem com a comida de boteco.

Enfim, quais vinhos escolher?

Comece pelos espumantes, bem refrescantes neste verão intenso. Em geral, são bem frutados e com toques cítricos, além de esbanjarem acidez, que aguenta muito bem a gordura das frituras.

Alguns (os Proseccos principalmente) têm uma espuma tão cremosa no copo que até vai fazer você lembrar da cerveja.

E pode apostar: vai ficar delicioso se você pedir como acompanhamento uma porção de pastéis (melhor os de queijo e palmito), de polenta ou de mandioca frita. Já dá água na boca!

Para as irresistíveis coxinhas e bolinhos de arroz, que têm sabor mais suave, mas um tanto gordurosos por serem fritos, vá de vinho branco, que tem leveza de sabor e boa acidez para escoltar a gordura. Recomendamos os mais aromáticos e frescos, de uvas como Sauvignon Blanc, Pinot Griggio e Moscato Giallo, que vão acompanhar muito bem esses petiscos clássicos.

Para quem não abre mão do tinto, não faltam bons acompanhamentos. A calabresa e a picanha, de sabores mais marcantes, têm proteína (que se dá muito bem com os taninos) e gordura (que será atenuada pela acidez).

E, já que estamos em clima de happy hour e pura diversão, a sugestão vai para vinhos igualmente vivos.

Os italianos produzidos com a uva Barbera esbanjam fruta e acidez, típica nos vinhos dessa variedade e ideal para acompanhar essas comidinhas.

Só no bar? Claro que não!

Ok, já te convencemos a trocar a cerveja pelo vinho vez ou outra. Mas nem sempre dá para ir ao bar…

Faça você mesmo, em casa!

Vamos te dar, assim de bandeja, receitas bem fáceis que se encaixam bem em tudo o que conversamos até agora.

Anote aí as receitas!

Seja o dia que for, um “happy day” não precisa esperar para começar. Escolha os vinhos e deixe gelando um pouco, ligue agora para os amigos e corra para o boteco brindar a semana com muita diversão!

Por Sonia Denicol

Os melhores vinhos você encontra na Sonoma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aprenda mais sobre o universo do vinho.

Cadastre seu e-email e receba atualizações notícias e promoções

Por favor, verifique seu email.
O que falam da gente

Quer saber mais da Sonoma? Clique em algumas destas matérias para saber mais sobre a empresa.

Close
© 2020 SONOMA. Todos os direitos reservados. Se beber não dirija. Aprecie com moderação. A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.
Close