Manoel Beato por trás da taça

om0efxay2qf5in7vkswwom0efxay2qf5in7vksww
Manoel Beato por trás da taça

Conhecendo um sommelier referência no mundo dos vinhos!

Considerado um dos mais importantes sommeliers do Brasil, Manoel Beato integra a equipe de um renomado restaurante em São Paulo, o Fasano, é autor de livros, apresenta um programa em uma rádio, oferece consultorias e palestras… ufa! Para relaxar, só tomando muito vinho…

Manoel Beato é referência e “autoridade” no mundo de vinhos. Também, pudera. Ele chega a provar, em média, 20 mil vinhos por ano. Mas, para chegar ao sucesso e reconhecimento, o caminho foi longo e árduo, através de muito estudo, trabalho e dedicação.

A profissão de sommelier, no entanto, é relativamente nova no país. Nos anos 70, por exemplo, a função era encontrada em poucos países, como a França, Londres e Nova York, mas, ainda assim, em raros restaurantes.

Foi só no fim dos anos 80 que a profissão começou a surgir no país e, também, a trajetória de Beato a ser traçada. Para bancar a faculdade de letras, o paulista trabalhava em um bar. Impressionado e encantado com alguns rótulos que provou, Beato decidiu estudar o assunto por sua própria conta, já que ainda não havia cursos sobre vinhos no Brasil.

Seguro sobre sua escolha de aprender mais sobre a bebida, Manoel juntou suas economias e foi rumo à Europa. Por lá, passou um ano estagiando na Espanha e França, neste último garantiu especialização pelo Bureau Interprofessionnel des Vins de Bourgogne. Toda essa bagagem adquirida em viagens e cursos mundo afora lhe rendeu gabarito para ser quem é hoje. Atualmente, dá palestras, aulas, coordena uma equipe de sommeliers e apresenta o programa “Adega Musical”, na radio Eldorado FM. Ainda teve tempo de escrever o Guia de Vinhos Larousse e Cachaça. Haja fôlego, não?

Amor ao primeiro gole

Você deve estar pensando: “ele deve ser muito criterioso na escolha dos vinhos, logo, poucos devem impressioná-lo”. Sem dúvida, só chegam até ele vinhos considerados “cinco estrelas”, mas um, em especial, chamou muito sua atenção, inclusive está disponível por tempo limitado no Sonoma: o “Luigi Tecce Poliphemo 2006”, de Taurasi, na Itália. “Foi amor ao primeiro gole. Um vinho bem definido, com bela amplitude aromática e estrutura envolvente, profundo e potente, mas com um contraponto sedoso. Tem vivacidade marcante proveniente da boa acidez e dos taninos típicos da região de Taurasi, considerada o Barolo do sul do Itália. É um vinho longevo e pode ser envelhecido ainda por mais uma década”.

E você, já se apaixonou por um vinho logo no primeiro gole?

Por Andressa D’Amatto

Os melhores vinhos você encontra na Sonoma

Leave a comment

Your email address will not be published.


*