Manoel Beato por trás da taça

Conhecendo um sommelier referência no mundo dos vinhos!

Considerado um dos mais importantes sommeliers do Brasil, Manoel Beato integra a equipe de um renomado restaurante em São Paulo, o Fasano, é autor de livros, apresenta um programa em uma rádio, oferece consultorias e palestras… ufa! Para relaxar, só tomando muito vinho…

Manoel Beato é referência e “autoridade” no mundo de vinhos. Também, pudera. Ele chega a provar, em média, 20 mil vinhos por ano. Mas, para chegar ao sucesso e reconhecimento, o caminho foi longo e árduo, através de muito estudo, trabalho e dedicação.

A profissão de sommelier, no entanto, é relativamente nova no país. Nos anos 70, por exemplo, a função era encontrada em poucos países, como a França, Londres e Nova York, mas, ainda assim, em raros restaurantes.

Foi só no fim dos anos 80 que a profissão começou a surgir no país e, também, a trajetória de Beato a ser traçada. Para bancar a faculdade de letras, o paulista trabalhava em um bar. Impressionado e encantado com alguns rótulos que provou, Beato decidiu estudar o assunto por sua própria conta, já que ainda não havia cursos sobre vinhos no Brasil.

Seguro sobre sua escolha de aprender mais sobre a bebida, Manoel juntou suas economias e foi rumo à Europa. Por lá, passou um ano estagiando na Espanha e França, neste último garantiu especialização pelo Bureau Interprofessionnel des Vins de Bourgogne. Toda essa bagagem adquirida em viagens e cursos mundo afora lhe rendeu gabarito para ser quem é hoje. Atualmente, dá palestras, aulas, coordena uma equipe de sommeliers e apresenta o programa “Adega Musical”, na radio Eldorado FM. Ainda teve tempo de escrever o Guia de Vinhos Larousse e Cachaça. Haja fôlego, não?

Amor ao Primeiro Gole

Você deve estar pensando: “ele deve ser muito criterioso na escolha dos vinhos, logo, poucos devem impressioná-lo”. Sem dúvida, só chegam até ele vinhos considerados “cinco estrelas”, mas um, em especial, chamou muito sua atenção, inclusive está disponível por tempo limitado no Sonoma: o “Luigi Tecce Poliphemo 2006”, de Taurasi, na Itália. “Foi amor ao primeiro gole. Um vinho bem definido, com bela amplitude aromática e estrutura envolvente, profundo e potente, mas com um contraponto sedoso. Tem vivacidade marcante proveniente da boa acidez e dos taninos típicos da região de Taurasi, considerada o Barolo do sul do Itália. É um vinho longevo e pode ser envelhecido ainda por mais uma década”.

E você, já se apaixonou por um vinho logo no primeiro gole?

Por Andressa D’Amatto

Os melhores vinhos você encontra na Sonoma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aprenda mais sobre o universo do vinho.

Cadastre seu e-email e receba atualizações notícias e promoções

Por favor, verifique seu email.
O que falam da gente

Quer saber mais da Sonoma? Clique em algumas destas matérias para saber mais sobre a empresa.

Close
© 2020 SONOMA. Todos os direitos reservados. Se beber não dirija. Aprecie com moderação. A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.
Close
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com