Se o vinho trabalhasse… 3.0

se o vinho trabalhasse 3 0 se o vinho trabalhasse 3 0

E Se O Vinho Trabalhasse…

*Quantas vezes você usa ou já utilizou o transporte público por dia?

Mas tem algum amigo maquinista, por exemplo?

E se você já entrou ou saiu de alguma empresa, certamente passou pelo RH, mas conhece quantas pessoas da área fora da empresa?

E até para pedir um café…

Você conhece algum barista?

Neste ano nossa matéria ao dia do trabalho homenageia aquelas profissões que, dificilmente, conhecemos alguém que exerce, mas que fazem parte do nosso dia a dia mais do que imaginamos.

Feliz Dia do Trabalho, porque toda profissão merece seu destaque!

Tecnologias da informação (TI/ Ciência da Computação/ Sistema da Informação) – Malbec

Caiu a internet no trabalho, chama o “moço da informática”. Está precisando instalar um software, mais uma vez o “moço da informática”. O computador não liga.

Advinha?

O “moço da informática”.

Você já deve ter o solicitado muitas vezes, mas já se perguntou o que ele estudou na vida?

Cursos, técnicos e graduações é o que não falta. Sistema da Informação, Tecnologia da Informação, Ciência da Computação e mais várias áreas correlatas e específicas.

O profissional de informática é um solucionador de problemas, alguém que poucas pessoas entendem, mas muitos solicitam. Pensou em Malbec? Nós pensamos!

Muitos apreciadores de vinho, quando estão entrando nesse mundo, tem muitas conclusões precipitadas sobre a Malbec – desde suas origens às suas características – mas o fato é que é uma uva que agrada facilmente o paladar e constantemente está presente nos jantares e nas adegas de casa. “Opa, jantar no fulano… Vou levar um Malbec!”

Condutores (maquinistas/ motoristas/ pilotos) – Amarone

Se você já viajou ou simplesmente faz do transporte público uma solução para o seu dia a dia, ao menos uma vez na vida precisou dos serviços dessas pessoas que te levaram onde você precisava ir e muitas vezes nem passa por elas durante a viagem.

Agora, pense nas características de um condutor: centrado, concentrado, maduro o bastante para ter responsabilidade e cuidado. Conhece a técnica de uvas “apassitadas”?

Significa que passaram um pouco mais do ponto (não são passas, não são secas, só um pouquinho maduras). Isso faz com que concentrem mais o sabor, os aromas, o açúcar residual, tudo!

E sabe qual é o vinho ícone desse método? Amarone della Valpolicella.

Fisioterapeuta e Terapeuta ocupacional – Vinho do Porto

Profissionais extremamente completos e pouco valorizados são os fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais. Ou vai me dizer que você se lembra deles mesmo sem ter tido uma distensão ou uma parte do corpo quebrada? Difícil, infelizmente.

O fisioterapeuta é quem se encarrega de fortalecer os seus músculos e cuidar de tudo que envolva seu bom funcionamento físico. O terapeuta ocupacional se encarrega de te ajudar a se incluir no convívio social cuidando da sua parte física e mental. Ambos te conduzem a se sentir e funcionar melhor.

Há quem diga que álcool nos faz esse mesmo efeito, haha. E há quem defenda os doces. Então porque não um Vinho do Porto? É tão doce quanto é alcoólico. Se vai melhorar seu estado físico…

Duvidamos muito. Mas que vai te fazer se sentir bem, isso nós garantimos!

Quem é que não fica feliz com um vinho desse?

Além do mais, não dizem que o álcool faz até a gente esquecer da dor? Não custa tentar.

Assistente Social – Beaujolais

Sempre atento ao público e interessado em atender as necessidades básicas de integração social, o assistente social está sempre disposto e preparado para tornar a vida das pessoas mais acessível.

Tão próximo ao público quanto este profissional, só mesmo um Beaujolais.

Aqui, no Brasil, eles têm pinta de refinado, mas na França, terra natal desses vinhos, eles são os mais acessíveis e populares, por isso são sempre servidos nas jarrinhas dos bistrôs.

Barman e Barista – Espumante

Quantas vezes na vida já pediu um drink?

E um café?

Barmans e baristas… Sempre muito presentes na hora que queremos uma bebida, seja qual for a situação – para acordar ou para dançar, para acompanhar ou para criar coragem, para se divertir ou para levar uma reunião – lá estão eles utilizando todos seus dotes gastronômicos para nos servir a melhor bebida.

Quer um vinho melhor que espumante?

Na alegria ou na tristeza, em uma festa ou em uma formalidade, são capazes de brindar com descontração ou com elegância qualquer ocasião.

Segurança, Policial e Detetive – Bordeaux

Um bom segurança tem que passar… Segurança, oras bolas! E como eles fazem isso? São fortes, sérios, austeros.

Ah, e não é que austero é uma boa palavra para vinho?

É assim que se descreve os vinhos mais fechados a princípio, mas que vão mostrando sua potência numa girada de taça e outra.

São encorpadinhos, são presentes e, principalmente, altamente disciplinados, com tudo no lugar certo… São Bordeaux!

Relações Públicas/ Relações Internacionais – Champagne

Vamos pensar em uma pessoa de Relações Públicas muito famosa na história… Ou pelo menos na história da televisão: Samantha Jones, de “Sex And The City”!

E os que tratam das relações internacionais? Sempre bem vestidos, precisam passar aquela boa impressão na negociação. O que os dois profissionais têm em comum?

Estão sempre em festinhas e eventos importantes (seja organizando ou representando suas marcas). São os reis do camarote, Champagne para eles!

Recursos Humanos – Rosé

Para entrar na empresa você precisa passar por eles. E para sair também. O pessoal de Recursos Humanos ou o famoso RH. Você conhece alguém que tenha feito esse curso na faculdade?

Dificilmente… Mas pergunte na sua empresa quantos alunos tinham na turma. Acredite: muitos. E eles estão espalhados por aí, nas mais diversas empresas do mundo anunciando a alegria da contratação ou a tristeza da demissão.

Eles resolvem problemas, cuidam do seu salário e da sua documentação e se existe alguma formalidade por e-mail no dia do seu aniversário, certamente é o RH que cuida disso também.

Ou seja, toda sua trajetória profissional tem uma pessoa de Recursos Humanos para acompanhar.

Pensou em vinho rosé?

Vá de petisco ou prato principal, um rosé dificilmente não poderá te atender em algum acompanhamento.

Corretor, Vendedor e Lojista – White Zinfandel

Vender ou vender, eis a questão. Um profissional que vende, um profissional convincente, um profissional que agrada a qualquer um que entrar pela porta (ou, pelo menos, tenta).

White Zinfandel! O vinho da moda nos Estados Unidos.

Vamos ver se combina?

Um vinho bonito, rosa, brilhante, que se vende; um vinho convincente, pois é tão diferente, tão cheio de história pra contar (uma uva pouco conhecida por aqui num método inusitado); um vinho que agrada a qualquer um que bebê-lo, afinal, é docinho, levinho, bem fácil.

Secretária – Cabernet Sauvignon e Chardonnay

Precisou agendar uma reunião? Secretária. Vai receber alguém? Secretária. Uma ligação? Secretária. Alguém que está lá, sempre disposta a te atender, receber, servir seu café ou acompanhar no jantar de negócios e cuidar de toda a parte burocrática da sua rotina.

Sabe aquela pessoa chata que você está querendo dispensar?

A secretária cuida disso para você. Tamanha sua importância, tem até um dia no calendário dedicado a ela: 30 de setembro.

Tão disposta e disponível quanto uma secretária, só mesmo Cabernet Sauvignon e Chardonnay. Facilmente encontrada em muitos terroirs, estão sempre prontas a atender os produtores.

Estilista de Moda – rosé da Provença

Curvas, curvas e mais curvas. Uma agulhinha ali, uma estampa aqui, uma fita decorativa acolá. Acessórios, brilhos ou economia de elementos para mostrar a beleza do corpo.

Só mesmo uma garrafa de rosé da Provença tem o manequim que um estilista precisa. A cor rosa em tons opacos, os rótulos sempre muito bem pensados e a garrafa sempre diferente do que se espera são mesmo um trabalho de moda (que nunca sai da moda!).

Arqueólogo, Paleontólogo e Museólogo – Vinhos Búlgaros

Esses historiadores parecem nunca estar feliz – quando encontram um pergaminho, uma marca nas pedras ou um osso de dinossauro que data séculos antes de Cristo, já ficam sedentos por algo milênios mais antigo.

Sabia que muitos pesquisadores acreditam que a região do rio Danúbio, na Bulgária, é o berço legítimo do vinho há mais de seis mil anos? Vale a pena explorar!

Contador – Châteauneuf-du-Pape

Notas fiscais, imposto aqui, isenção ali, abertura e encerramento de empresa… Nossa, como trabalha o contador! É um profissional exigente, regrado, cheio de cálculos, regras e leis.

Com medidas tão exatas e regradas assim, só mesmo um Chêteauneuf-du-Pape.

Se pensa que as regras para se fazer Champagne ou para ser um Reserva espanhol já são muitas, é porque não sabe quantas leis envolvem o chamado “vinho do papa”.

Os melhores vinhos você encontra na Sonoma.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*