Chardonnay

Quem gosta de vinho branco sabe da fama da uva Chardonnay. A “rainha das uvas brancas”!Ela merece o título por ser fácil de cultivar e, portanto, está presente em quase todas as regiões produtoras. As décadas de 1980 e 1990 presenciaram o apogeu do vinho branco feito a partir da uva Chardonnay, que por sua versatilidade leva também a fama de não ter muita personalidade.

Os críticos dizem que a uva mais produzida no mundo tem a capacidade de refletir o sabor desejado pelo vinicultor, seja ele fresco ou encorpado, em vinhos secos, espumantes ou de sobremesa.

Recebendo também o nome de Aubaine, Melon blanc e Beaunois, a uva Chardonnay teve sua origem na fusão natural das espécies Pinot e Gouais Blanc, segundo análises de DNA feitas em 1998. Sua origem encontra-se na Borgonha, mais exatamente na Côte de Beaune, região vinícola da França, onde uma pequena comunidade dá o nome à uva tão famosa.

A fruta verde âmbar é originalmente pouco aromática, mas tem grande capacidade de absorver as características do solo onde é plantada, bem como da maneira como é processada para transformar-se em vinho.

Sendo assim, para quem degusta fica fácil diferenciar um vinho Chardonnay fabricado em sua terra natal de um Chardonnay italiano, por exemplo. Se ela vier de climas frios, o vinho será mais ácido e terá uma estrutura mais acentuada.

Já nas regiões quentes, o resultado são vinhos de sabor mais intenso e acidez moderada. Como todo degustador profissional sabe, o ideal é o equilíbrio entre a acidez e o teor alcoólico.

Na América do Sul, destacam-se as produções de Chardonnay da Argentina e do Chile.

Por Sonoma Brasil

Vinho branco você encontra na Sonoma


Quer saber mais? Veja também outros artigos relacionados.