Descanso

DESCANSODESCANSO

Descanso

O descanso é uma das etapas fundamentais da produção de vinhos, sobretudo dos tintos finos. É nessa ocasião que ocorre o envelhecimento da bebida, que só contribui para aumentar sua qualidade.

Após produzido o vinho, o descanso pode ocorrer num barril de madeira, geralmente de carvalho, ou na própria garrafa.

Durante esse processo, a bebida ganha aromas, alterações de cor e sua estrutura é melhorada, tornando o vinho mais redondo e macio, principalmente no que se refere aos tintos com maior carga de taninos.

Há vinhos que quanto mais tempo de descanso têm, melhores eles ficam. É o caso dos vinhos tintos de Bordeaux e do italiano Brunello di Montalcino, que podem envelhecer de cinco a vinte anos. Vinhos jovens geralmente descansam por cerca de um a três anos.

Durante o descanso dos vinhos, os produtores tomam alguns cuidados para evitar que o envelhecimento aconteça de forma acelerada, o que pode prejudicar a qualidade das bebidas.

Dentre esses cuidados está o armazenamento do vinho na posição horizontal, por exemplo. Isso é importante, pois a rolha sempre ficará umedecida e inchada, evitando a entrada de ar, que pode oxidar e estragar o vinho.

Além disso, as garrafas devem sempre descansar em locais com pouca iluminação. O motivo é simples: a luz iluminação pode produzir transformações químico-físicas, levando à oxidação dos pigmentos, alterando a cor da bebida.

Temperaturas mais altas ajudam no envelhecimento dos vinhos, e alguns produtores chegam a deixar os vinhos envelhecendo aos 20° C. Outros optam por deixar entre 16 e 18° C, para evitar variações quando o vinho sair do descanso.

O envelhecimento na vinícola é feito com todo o preparo e acompanhamento dos especialistas.

Agora, se você pretende deixar um vinho descansando na sua casa, veja a matéria “Os 3 segredos para armazenar vinhos”.

Por Sonoma Brasil

Conheça os vinhos do momento

Leave a comment

Your email address will not be published.


*