Sherry, o que é ?

Sherry é o nome inglês utilizado para designar o vinho espanhol Jerez. Trata-se de uma bebida fortificada, isto é, que recebeu uma adição de aguardente vínica durante seu processo de produção, aumentando seu teor alcoólico.

O Sherry é protegido pela Denominação de Origem e só pode ser fabricado pelo triângulo de Jerez, que inclui as regiões de Jerez de la Frontera, Puerto de Sanlúcar de Barrameda e Puerto de Santa María.

A principal casta de uva utilizada na fabricação do Sherry é a branca Palomino, originária da região de Jerez de la Frontera.

Além da Palomino, alguns produtores também usam as castas de uvas brancas Moscatel e Pedro Ximénez.

Um dos grandes diferenciais do vinho Sherry está em seu processo de envelhecimento. Depois de fermentada, a bebida é envelhecida através do processo de solera, no qual o vinho passa por vários cortes.

No envelhecimento por solera, o vinho é armazenado em barris de madeira que não são totalmente preenchidos.

Isso se deve ao fato de os produtores completarem o restante do barril com vinhos Sherry de outras safras durante o amadurecimento, neste caso sempre mais novas.

Justamente por essa técnica de envelhecimento diferenciada, o vinho Sherry não pode ser safrado, já que cada garrafa traz sempre vinhos de anos diferentes.

O que se indica nos rótulos é sempre o tempo de envelhecimento.

O Sherry é um ótimo vinho aperitivo. Em harmonizações, as versões secas do Sherry são perfeitas para acompanhar pratos mais temperados.

Já o Sherry mais adocicado combina com sobremesas e frutas.

Por Sonoma Brasil

Compre os melhores vinhos na Sonoma


Quer saber mais? Veja também outros artigos relacionados.