A doce mostarda de Cremona

jewi3jtyj2wl6xipzmt3jewi3jtyj2wl6xipzmt3
A doce mostarda de Cremona

Confira a receita de mostarda Carona!

Uma mistura de frutas frescas, água açucarada, uma pitada de óleo (ou pó) de mostarda e alguns dias de descanso são o segredo da Mostarda de Cremona.

Originária do norte da Itália, a mostarda de Cremona contraria nosso senso comum ao fugir da imagem tradicional que temos das mostardas. Feita à base de frutas, um xarope adocicado e mostarda em pó, ou em óleo, esta iguaria remonta à época em que a palavra mostarda era incumbida de nomear molhos ou condimentos que agregavam sabores doces e picantes.

A palavra mostarda, em italiano, deriva do termo “moutarde”, do francês, que está associado à expressão “mout ardent”, ou seja, “muito picante”. Da tradição e dos vinhedos italianos, a origem dessa compota está intimamente relacionada com o mosto das uvas pois, juntamente com o mel, ele era a base para a mostarda de Cremona em sua concepção por volta de 1600.

A Mostarda de Cremona é conhecida como mostarda de frutas, por ser elaborada a partir delas. Esse tipo de preparo pode ser encontrado em toda a Itália, mas a mais famosa que existe por lá é, sem dúvidas, a mostarda de Cremona.

Este alimento versátil pode acompanhar queijos mais suntuosos, qualidade do roquefort e o provolone, ou acrescentar sabor e delicadeza a pratos assados ou cozidos, como um bom bollito misto, um cozido de carnes típico italiano.

Seja como acompanhamento ou estrela da refeição, a mostarda de Cremona é uma saborosa surpresa para o paladar e deve ser apreciada sem moderação! Saiba como prepará-la.

Também já passamos uma deliciosa receita de pato recheado com mostarda de Cremona há um tempo atrás. Vale a pena revê-la.

Por Sonoma Brasil

Conheça nossa variedade de vinhos!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*