Receita: Farofa africana, por Isabela Capeto

Receita De Farofa Africana

Isabela Capeto é estilista e tão apaixonada por farofa que criou essa receita de farofa africana.

Ingredientes

Bacon

Cebola

Banana da terra frita na manteiga

Farinha de biju ralado e torrado

Passas

Salsinha

Modo De Preparo

Frite o bacon e reserve. Use um pouquinho do óleo que o bacon produziu para dourar a cebola

Vá acrescentando a farinha e o bacon, sempre mexendo

Em outra panela, frite a banana da terra na manteiga e mistura ao restante

Acrescente as passas e a salsinha

Os melhores vinhos para acompanhar sua receita você encontra na Sonoma

COMPARTILHE

Join the Conversation

  1. O Brasil é um país recheado de comidas típicas devido a diversidade de culturas que se instalaram anteriormente ao período colonial. Indígenas, europeus e africanos foram um dos principais povos que marcaram a história da alimentação brasileira.

    Os indígenas, por exemplo, que tinham uma alimentação baseada na coleta,caça e a pesca, foram aqueles que introduziram uma das principais raízes utilizadas na culinária tradicional, a famosa mandioca que produz receitas como tapioca, polvilho e farinha. Além do costume de assar ou cozinhar alimentos em folhas de bananeiras, os índios, ensinaram a utilizar moderadamente condimentos, sal e também a produzir comidas com milho e farinha, utilizada em um prato conhecido como paçoca (carne ou peixe com farinha).

    No período colonial, de Portugal veio o arroz, bastante consumido pelos brasileiros, além de pratos típicos como sarapatel, panelada, buchada e pratos cozidos. Outros elementos como o coco, a canela em pó com açúcar e o sal também foram introduzidos pelos portugueses. Os doces também se tornaram muito populares no Brasil com bolo, pudins e as delícias da doçaria lusitana. Mas uma das receitas mais tradicionais é a feijoada, um prato típico brasileiro, que era muito consumido tanto pela elite, quanto pelos negros.

    Já os africanos que vieram para o Brasil também contribuíram muito para a culinária, com temperos fortes como pimenta malagueta, azeite de dendê, quiabo, cebola, alho, etc. E com os principais pratos típicos africanos como a pamonha, o angu, a canjica e o caruru.

    O Brasil é um país recheado de comidas típicas devido a diversidade de culturas que se instalaram anteriormente ao período colonial. Indígenas, europeus e africanos foram um dos principais povos que marcaram a história da alimentação brasileira.

    Os indígenas, por exemplo, que tinham uma alimentação baseada na coleta,caça e a pesca, foram aqueles que introduziram uma das principais raízes utilizadas na culinária tradicional, a famosa mandioca que produz receitas como tapioca, polvilho e farinha. Além do costume de assar ou cozinhar alimentos em folhas de bananeiras, os índios, ensinaram a utilizar moderadamente condimentos, sal e também a produzir comidas com milho e farinha, utilizada em um prato conhecido como paçoca (carne ou peixe com farinha).

    No período colonial, de Portugal veio o arroz, bastante consumido pelos brasileiros, além de pratos típicos como sarapatel, panelada, buchada e pratos cozidos. Outros elementos como o coco, a canela em pó com açúcar e o sal também foram introduzidos pelos portugueses. Os doces também se tornaram muito populares no Brasil com bolo, pudins e as delícias da doçaria lusitana. Mas uma das receitas mais tradicionais é a feijoada, um prato típico brasileiro, que era muito consumido tanto pela elite, quanto pelos negros.

    Já os africanos que vieram para o Brasil também contribuíram muito para a culinária, com temperos fortes como pimenta malagueta, azeite de dendê, quiabo, cebola, alho, etc. E com os principais pratos típicos africanos como a pamonha, o angu, a canjica e o caruru.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aprenda mais sobre o universo do vinho.

Cadastre seu e-email e receba atualizações notícias e promoções

Por favor, verifique seu email.
O que falam da gente

Quer saber mais da Sonoma? Clique em algumas destas matérias para saber mais sobre a empresa.

Close
© 2020 SONOMA. Todos os direitos reservados. Se beber não dirija. Aprecie com moderação. A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.
Close
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com