Diamantes da África

avuybuhuadylqtemvzp1avuybuhuadylqtemvzp1

A qualidade e complexidade dos exemplares do país do diamante são de uma exclusividade finíssima, com vinhos equilibrados e diferentes.

A África do Sul tem surpreendido os paladares dos amantes de vinhos a cada garrafa. A qualidade e complexidade dos exemplares do país do diamante são de uma exclusividade finíssima, com vinhos equilibrados e diferentes.

Os primeiros vinhos sul-africanos foram vinificados há mais de 300 anos nas proximidades da Cidade do Cabo por colonizadores holandeses. Desde então, o país passou por crises e conflitos, e o vinho da África do Sul viveu muitos altos e baixos. A boa notícia é que desde os anos 1980, o setor tem crescido tanto que o país hoje é o sétimo produtor de vinho do mundo!

O que esperar dos sul-africanos

Vinhos tintos, como Cabernet Sauvignon, Shiraz e Pinotage (casta quase exclusiva do país, cruzamento entre Pinot Noir e Cinsault), têm se destacado ao lado dos já consagrados brancos das uvas Chenin Blanc, Chardonnay e Sauvignon Blanc. Chamam a atenção também os vinhos de sobremesa de colheita tardia produzidos com a uva Riesling.

A Cidade do Cabo é a porta de entrada para a região das vinícolas sul-africanas. O clima, que se assemelha ao do Mediterrâneo, com verões mornos e chuvas de inverno, combinado com um solo rico, constrói um terroir todo especial.

Na Terra do Vinho, no norte do Cabo, são cultivados mais de 100 mil hectares de vinhedos com mais de 340 adegas e propriedades.

O Cabo da África do Sul possui cinco regiões de vitivinicultura: Coast, Olifants River, Boberg, Breede River Valley e Klein Karoo. A Rota 62, que passa entre o Breede River Valley e o Klein Karoo, atravessa várias cidades produtoras de uva e vinho, sendo a rota de vinho mais longa do mundo.

Das regiões vinícolas localizada à sudoeste – Worcester e Klein Karoo – saem vinhos pesados ou fortificados. Isso porque são mais internas, mais quentes e sofrem menos influência do mar. As litorâneas Constantia, Franschhoek, Paarl e Stellenbosch, com clima quente, produzem os melhores vinhos. As brisas marítimas minimizam os efeitos do calor abrasivo.

E agora que conhece mais sobre os vinhos da África do Sul, que tal provar alguns deliciosos exemplares?

Por Gustavo Jazra e Fernanda Braite

Harmoniza com esta matéria:

Leave a comment

Your email address will not be published.


*