Aprenda a escolher seus acessórios de vinho

Aprenda a escolher seus acessórios de vinho

Acessório para vinho o que não falta! Saiba como usar cada um deles.

Acessório para vinho o que não falta! Saiba como usar cada um deles.

Se você procurar acessórios para vinhos, vai achar uma infinidade de aparelhos estranhos, de taças com tamanho ajustável até furadeiras com pontas de saca-rolha. Mas o que são e para que servem tantos instrumentos? Beber vinho não deveria ser uma coisa simples?

E é! Mas, mesmo com exageros por aí, alguns utensílios são muito úteis se você quiser aproveitar ao máximo uma garrafa de vinho especial. Listamos alguns acessórios essenciais e explicamos como usá-los, para que você nunca mais olhe para eles como se fossem invenção do Inspetor Bugiganga.

Faquinha para remoção da cápsula

Pois é, a abertura não começa no saca-rolhas. Antes de tudo, é preciso retirar a cápsula que envolve a rolha (que muitas vezes é feita de chumbo). Para isso, você pode usar uma faquinha comum ou uma faquinha de canivete, fazendo um corte abaixo do ressalto maior do gargalo.

Outra opção é usar um corta-cápsulas. Também chamado de “foil-cutter”, o corta-cápsulas é um acessório que tem a forma de um “U”, cuja abertura abraça o gargalo. Pressionado e girado, ele corta a cápsula através de disquinhos de aço existentes na sua base.

Saca-rolhas

É o básico do básico, certo? Mas mesmo o básico pode trazer surpresas. Há muitos tipos diferentes de saca-rolhas, que podem te confundir bastante. Independentemente do estilo, a intenção é a mesma: retirar a rolha com facilidade, sem danificá-la.

Há, então, duas coisas que um saca-rolha tem que ter, invariavelmente. A primeira é um passo largo. Você sabe, as voltinhas que tem na parte de metal do saca-rolha? Pois bem: elas devem ser bem espaçadas uma das outras, e não apertadinhas como em um parafuso. Se elas forem muito juntinhas, o saca-rolhas não fixa direito na rolha, e ela pode esfarelar toda (o que será um desastre, pois você não poderá fechar o vinho, além de correr o risco de pedaços de rolha sujarem a bebida).

A segunda dica é que o material seja revestido de teflon, e não de ferro. O ferro enferruja, e o metal não desliza perfeitamente pela rolha. Então, seu saca-rolha deve ser de teflon preto.

Corta-gotas

Ah, esse é vital para a sobrevivência humana! Ainda mais se você tiver uma mãe ou esposa que é capaz de cometer homicídio se a toalha branquinha ficar manchada de vinho. Não adianta, por mais cuidadosos que possamos ser, uma gotinha acaba escorrendo pela garrafa e vai parar inadvertidamente na mesa.

Para evitar isso, existe o corta-gotas: pequenas folhas circulares de acetato, que são enroladas e colocadas no gargalo, impedindo as gotas de escorrerem. São muito baratas, e alguns restaurantes até oferecem de brinde.

Outra opção são corta-gotas de metal, com um círculo absorvente na parte interna. Basta colocar o círculo na garrafa, e as gotinhas enxeridas serão absorvidas assim que passarem por ele.

Decanter

Um recipiente de vidro, muito usado por qualquer pessoa que queira preparar um pouco o vinho antes de tomá-lo. Serve para facilitar a retenção de sedimentos do vinho – borra que fica no fundo da garrafa, feita de substâncias que se formam durante o envelhecimento do vinho.

Depois de deixar o vinho repousando, a borra no fundo pode ser separada quando você despejar o vinho na taça, com a facilidade da base larga do decanter, que ajuda nessa separação.


Já a boca larga do decanter serve para oxigenar o vinho. Geralmente, vinhos pedem uma aeração de no mínimo uma hora. Alguns, porém, precisam ser abertos e colocados no decanter por um período de 6h a 24h, antes de serem tomados.

Aerador

A aerador é um acessório que oxigeniza o vinho instantaneamente, para abrir os aromas e sabores, sem precisar abrir o vinho horas antes de ser tomado.

O processo é simples: o vinho passa por uma abertura que fica menor, diminuindo a pressão e puxando o ar pra dentro do aerador, oxigenando o líquido. A dica é evitar o aerador para vinhos muito maduros, que exigem uma oxigenização mais lenta. Nesse caso, o decanter é mais apropriado.

Alguns aeradores também vêm com um filtro, que prometem fazer o papel de filtrar os sedimentos, substituindo o decanter.

Bombas de extração a vácuo

Um acessório bem útil para quem não conseguiu beber toda a garrafa e quer guardar o vinho para mais tarde. A bomba de vácuo tampa e retira o ar de dentro da garrafa, impedindo que o oxigênio estrague o vinho, fazendo-o durar mais. Dependendo do vinho, pode permanecer por mais uns 2 dias, sem grandes alterações.

Outra alternativa é uma injeção de gás carbônico dentro da garrafa (também conhecida como winesave).

Adegas climatizadas

Ao contrário do que muita gente pensa, adegas não são apenas cômodos gigantescos escuros, alojados no subsolo de mansões. Existem adegas pequenas, do tamanho de geladeiras ou micro-ondas, muito práticas para guardar vinhos que exijam mais cuidados.

É um item muito especial, e depende da sua necessidade. Se você possui várias garrafas de vinho caras e está com dor na consciência de deixá-las guardadas em locais inadequados, vale a pena comprar uma adega que conserve a bebida e mantenha tudo na temperatura certa. Mas se possui poucas garrafas, o investimento pode não valer a pena.

Termômetro

Um item necessário apenas se você for do tipo que exige uma precisão matemática. Serve para ver se o vinho está na temperatura adequada para ser servido. O problema é abrir a garrafa para fazer esse teste – já que, se não estiver na temperatura certa, o vinho precisará voltar aberto para um refrigerador ou coisa do tipo.

Para resolver essa questão, já existem termômetros que medem a temperatura pelo contato com a garrafa, sem precisar abrir o vinho. São digitais, e basta colocar na garrafa para dar a temperatura.

Bolsa de vinho

Um recipiente para ajudar pessoas que precisam carregar ou deslocar garrafas de vinho. Para uma viagem ou para levar uma garrafa a um restaurante, as bolsas são mais discretas, e algumas possuem proteção térmica para que o vinho não sofra com mudanças de temperatura.

E aí, já decidiu qual acessório vai ter? Comece agora a montar seu arsenal!

Por Fernanda Braite

Harmoniza com esta matéria:

Leave a comment

Your email address will not be published.


*