Tesouros de um cantinho isolado da França

Tesouros de um cantinho isolado da França

Tesouros de um cantinho isolado da França

Você já ouviu falar de Pomerol? Esse é o nome do lar de muitos vinhos famosos e requisitados, com toda a qualidade que um bom vinho francês pode oferecer.

Você já ouviu falar de Pomerol? Esse é o nome do lar de muitos vinhos famosos e requisitados, com toda a qualidade que um bom vinho francês pode oferecer.

Vamos nos situar? Pomerol fica na região administrativa da Aquitânia, pertinho de Bordeaux, considerada uma de suas sub-regiões. Agora, já dá para ter uma ideia do rico terroir que se estende por lá.

Pomerol possui 800 hectares de produção de vinhos, muito dividido em vários produtores, que possuem cerca de 6 hectares cada um. Essa divisão limita um pouco a produção, mas isso não impede que Pomerol seja a raiz de muitos nomes poderosos na vitivinicultura, rivalizando em qualidade e preço com os châteaux que ficam mais à esquerda.

Um cantinho distinto

Segundo Jancis Robison, uma renomada crítica de vinhos britânica, Pomerol é um canto curioso do mundo, onde é um pouco difícil se orientar. “A vila não tem exatamente um centro: pequenas estradas, muito parecidas entre si, cruzam o planalto em várias direções, sem parecer fazer muito sentido. Cada família da região produz seu próprio vinho, cada um com uma especialidade diferente. A paisagem é cheia de casas de estilo antigo e muito isoladas. Até a própria igreja fica separada, como se também fosse uma propriedade vinícola”.

A região possui um solo de cascalho, com partes de areia e argila, rico em ferro. Exatamente: do jeitinho que a Merlot gosta! É exatamente essa uva que corresponde a cerca de 80% da produção de Pomerol. Os vinhos de lá são feitos em pequena quantidade e com um rigor que faz a qualidade ser extremamente alta.

Quebra-cabeças bordalês

Para entender melhor as regiões vinícolas de Bordeaux, os terroirs foram separados em grupos, cada um com várias AOCs (“Appellation d’origine contrôlée”, sigla francesa para denominação de origem controlada). São lugares que produzem exemplares tão reconhecidos e historicamente importantes que recebem uma espécie de rótulo provando legalmente de que são desses terrenos. As sub-regiões de Bordeaux são: Blaye, Bourg, Entre-deux-mers, Graves, Médoc, Saint-Emilion, Fronsac e Pomerol, além das AOCs separadas, como a própria Bordeaux, Bordeaux Clairet, Rosé, Supérieur e Crémant Bordeaux.

Pomerol está na parte noroeste dessas divisões. Bem acima de Pomerol, existe uma outra regiãozinha muito cotada pelos seus vinhos: Lalande-de-Pomerol. É uma AOC muito importante, separada de Pomerol apenas pelo rio Barbanne. Seus vinhos de Merlot são do mesmo estilo de Pomerol, sendo a Lalande-de-Pomerol a região mais valorizada para esses tintos. Lá, também são produzidos vinhos com Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon e Malbec. Os vinhos de Lalande-de-Pomerol são famosos por terem uma cor vermelho profunda, sabores poderosos e taninos que se revelam de um jeito morno e suave na boca.

Que tal provar um pouquinho dessa região tão escondida e misteriosa dos confins de Bordeaux? Aprecie seu vinho como um descobridor aprecia os lugares remotos e antigos da França.

Por Fernanda Braite

Harmoniza com esta matéria:

Leave a comment

Your email address will not be published.


*