Lisboa

LISBOALISBOA

Lisboa

Vinho português não se resume a vinho do Porto. Lisboa, por exemplo, possui uma sólida atuação no mundo da viticultura e é um dos principais centros produtores de vinho de Portugal.

Anteriormente, Lisboa produzia uma grande quantidade de vinhos, mas não era famosa pela qualidade dos rótulos. Com o processo de reestruturação de adegas e culturas de uva, Lisboa passou a produzir vinhos qualitativos e com boa relação custo x benefício.

Depois dessa reestruturação, foi implementada na região a categoria “Vinho Regional Lisboa”, que estabelece nove áreas de Denominação de Origem Controlada (DOC): Alenquer, Arruda, Óbidos, Lourinhã e Torres Vedras (centro), Encostas d’Aire (norte) e Colares, Carcavelos e Bucelas (sul).

Em Bucelas, por exemplo, o vinho branco é símbolo da região. A casta de uva branca Arinto é largamente utilizada na produção dos vinhos de Bucelas, que são famosos por terem acidez equilibrada, aroma floral e longevidade.

Já Alenquer e Encostas d’Aire são famosas por produzirem vinhos de qualidade utilizando as castas de uva Touriga Nacional, Trincadeira e Tinta Roriz, fabricando tintos mais complexos, com intensidade e corpo.

Demais Denominações de Origem Controlada de Lisboa também produzem uvas de outros países, como a Cabernet Sauvignon, Syrah e Alicante Bouschet, inclusive a casta branca Chardonnay, oferecendo vinhos tintos e brancos bem estruturados.

Os vinhos tintos de Lisboa tendem a ser aromáticos, com taninos expressivos e envelhecem bem, possibilitando a guarda da garrafa. Já os brancos, de modo geral, são mais frescos, ácidos e jovens.

Por Sonoma Brasil

Os melhores vinhos portugueses você encontra na Sonoma

Leave a comment

Your email address will not be published.


*