Barbera

Uma das variedades mais cultivadas na Itália, a Barbera nasceu na região de Piemonte, localizada no noroeste do país, e é considerada a mais popular do local.
Mesmo perdendo seu brilho para a sua conterrânea Nebbiolo, a Barbera produz vinhos semelhantes, porém com mais leveza e um pouco mais de acidez.
Uma das variedades mais cultivadas pelos italianos, durante décadas a Barbera produziu uma bebida mais grosseira, sem nenhum “pingo” de sofisticação. Foi só a partir da década de 80 que produtores de vinhos da região de Piemonte, intensificaram o tratamento que a uva recebia e investiram mais em seus cuidados.Quando a plantaram em local mais propício, descobriram que a uva poderia, então, oferecer excelentes vinhos, daqueles em que o gosto prevalece na boca até o último gole e, ainda, que lembrasse todos os sabores de frutas escuras, como amora, cereja, framboesa e ameixa.

Outra região que acolheu muito bem a variedade foi a Califórnia. A Barbera foi plantada por lá há um século, onde vem traçando um futuro promissor. Os imigrantes italianos resolveram plantá-la em áreas mais quentes e relativamente pobres, já que buscavam alternativas viáveis para a preparação de um bom vinho tinto.

Nos dias de hoje, a Califórnia e Itália são ainda as regiões mais importantes que cultivam a Barbera – pouco plantada em outras partes do mundo. O vinho de Barbera harmoniza bem com molhos de anchova e brócolis e, ainda, com pratos que levam carne de cordeiro. Sua alta acidez faz com que seja o único tinto que cai muito bem com um salmão defumado. Para quem gosta de vinho tinto encorpado e mais ácido, experimente essa variedade.

Certamente, irá surpreender!

Quer conhecer um tradicional vinho de Barbera? Aproveite o calor e experimente!

Por Sonoma Brasil

Os melhores vinhos do mundo você só encontra na Sonoma Market !

Você também pode gostar

Deixe um Comentário