Rosé: uma maravilha desconhecida

Tão elaborado quanto os vinhos brancos e tintos, o vinho rosé é versátil, mas ainda não caiu nas graças dos bradileiros.

Tão elaborado quanto os vinhos brancos e tintos, o vinho rosé ainda não caiu nas graças do consumidor brasileiro…

O vinho rosé é uma excelente opção para os apreciadores de peixes e frutos do mar ou para quem prefere bebidas mais leves, ideais para o clima tropical de boa parte do ano brasileiro. A produção nacional de rosés é de excelente qualidade, superando até rótulos estrangeiros.

Obtido pelos mesmos processos padrões da fabricação de vinhos, o rosé tem uma única diferença: as cascas ficam em contato com o suco e as bagas – de uvas tintas – por apenas algumas horas, conferindo-lhe o tom rosado. Esse tom pode variar do salmão ao laranja pálido, de acordo com a idade do vinho.

Em 2009 a Comissão Europeia aprovou a fabricação de vinhos rosados de corte a partir da mistura de vinhos tintos e brancos, mas a prática já era adotada em alguns países do Novo Mundo. Alguns produtores alegam que a mistura compromete a qualidade do vinho.

Aproveite a próxima vez que as temperaturas subirem para provar um, que tal?

Por Sonoma Brasil

Encontre na Sonoma excepcionais vinhos rosés


Quer saber mais? Veja também outros artigos relacionados.