Receita: Tempurá, por Olivier Anquier

Introduzido por missionários portugueses no Japão, tem sua origem mais provável na cidade de Nagasaki. A palavra deriva do latim “ad tempora quadagesimae”, que significa quaresma, justamente pelo fato de os jesuítas não comerem carne vermelha durante o período.

Ingredientes

  • 1 abobrina fatiada
  • 1 berinjela fatiada
  • 1 cebola roxa
  • 300 g de vagem cozida
  • 1 couve-flor cozida
  • 1 brócolis cozido
  • 4 cogumelos paris
  • 1 ovo
  • 150 mL de água gelada
  • 120 g de farinha de trigo
  • Sal a gosto
  • 1/3 de xícara de shoyo
  • 1 colher de sobremesa de hondashi
  • 1 xícara de água
  • 1 colher de sopa de gengibre ralado
  • 1/3 de xícara de saquê
  • 1 maço de cebolinha

Modo de preparo

  • Em um recipiente, coloque os ovos e junte água gelada e dois cubos de gelo. Misture levemente com o garfo, coloque toda a farinha de uma vez e trabalhe com um batedor, misturando lentamente
  • Passe os legumes cortados e previamente cozidos no creme, escorra e frite em óleo bem quente
  • Para acompanhar o tempurá, faça um molho com o shoyo, o hondashi, a água, o gengibre ralado e o saquê. Pique um pouco de cebolinha e adicione à mistura. Mexa e sirva ao lado dos legumes fritos

Olivier Anquier é chef do restaurante Bistrô L’Entrecôte d’Olivier e apresentador do programa Diário do Olivier, no GNT

Harmoniza com esta receita: espumantes e brancos frescos (Riesling, Sauvignon Blanc e Arinto)

Os melhores vinhos para acompanhar sua receita você encontra na Sonoma

Quer saber mais? Veja também outros artigos relacionados.